PORTAL NIPPO-BRASIL
 
Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 

Tenho relação com meu marido há 2 anos, temos uma filha, não usamos camisinha e tomo Yasmin. Desde o começo, tivemos muitas infecções. Tomamos Secnidazol e utilizamos pomadas de tempos em tempos. Como cessar o problema de vez? O papanicolau identifica sempre uma infecção e a médica sempre passa uma pomada. Nunca resolve de vez. Mesmo a pílula sendo fraquinha, tenho muitas reações estranhas, fico violenta, depressiva, com vontade de me matar, sintomas que somem na semana que não tomo a pílula. Sempre tive TPM muito fortes, como esses sintomas. Me dá vontade de matar alguém. Devo interromper a pílula? Todas causam essa depressão? Dá pra colocar o DIU pelo SUS ou outro método similar? (Francini)

São muitas dúvidas, vamos por partes. Quanto às infecções, convém avaliar melhor a situação. Desse modo, sugiro você rediscutir com seu médico os sintomas desta infecção. Algumas vezes, podem ser decorrentes de “duchas internas” os quais não devem ser feitas jamais e de outros comportamentos. Porém, cabe ressaltar que alguns corrimentos são extremamente trabalhosos para serem cessados. Quanto às reações da pílula, elas são muito variadas, porém, não costumam ser tão intensas. Sugiro que você reveja se esses sintomas são de fato decorrentes do uso da pílula. No que se refere ao DIU, não estou convicto se ele está disposto em serviços públicos. Assim, procure um posto de saúde de referência do seu bairro e questione esta possibilidade.

Kendy Kumagai, Marcelo Hoshino, Edison Yajima e Hélio Sato são ginecologistas do Hospital Nipo-Brasileiro.

Desde os 20 anos comecei a ter infecções urinárias frequentes provocadas pela bactéria E-coli, acontece 3 a 4 vezes por ano sensivelmente. Agora comecei a ter infecção por fungo (Cândida). Faço tratamento recomendado pelo meu médico mas passado umas semanas volta, sinto comichão, muito corrimento e até dores na penetração. Existe algum tratamento mais eficaz? sinto que nunca fico tratada completamente. Muito Obrigada. (Mercedez)

Mercedez, as infecções urinárias de repetição tem de ser avaliadas pelo Urologista para determinar se há anormalidade anatômica causando o problema. Com relação à candidíase, existem diversos fatores que podem propiciar uma maior incidência dessa vaginite, tais como uso de roupas apertadas e sintéticas, gravidez, uso de anticoncepcionais hormonais, problemas hormonais, queda da defesa imunológica, uso de medicamentos como antibióticos, corticóides e imunossupressores etc. Portanto é necessário saber se há algum desses fatores e tentar eliminá-los, OK?

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Pode se pegar infecção urinária através da relação sexual? (Cássia)

O trato genital e urinário na mulher estão muito próximos e qualquer afecção no trato genital pode afetar o trato urinário, sendo muito frequente o caso de mulheres que apresentam infecções urinárias após atividade sexual. Alguns médicos recomendam que logo após a relação sexual a mulher urine para evitar a infecção urinária. Mulheres saudáveis não devem ter mais do que 3 episódios de infecção urinária ao longo de 1 ano, caso isto ocorra deve-se proceder a investigação clínica para se diagnosticar a causa do problema.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

 


• Medicamento Proibido
Orgasmo Feminino
Últimas
Dúvidas sobre sexo
ABC do sexo
Mitos e inverdades
As 10 perguntas
sobre a 1ª vez

Sexologia Forense
Terapia Sexual
Violência Sexual
 
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados
 
-