PORTAL NIPPO-BRASIL
 
Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
A vida sexual feminina>>Consultas médicas
Quero saber se tem algo errado comigo. Vomito quase todo dia. Quando estou menstruada, vomito quase toda hora. O que é isso? (Jéssica)

Jéssica, a primeira medida é estar se consultando com um gastroenterologista (médico especialista do sistema digestivo), que vai analisar seus sintomas e indicar provávelmente uma endoscopia digestiva para esclarecer seu diagnóstico.

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz

Iniciei um relacionamento há um mês, mas sempre durante o ato sexual sinto forte dormência nas mãos. Gostaria de saber porque isso acontece, se é normal ou se devo procurar um medico. (Megara)

Megara, não parece haver relação da dormência nas mãos com o ato sexual em si. Procure um médico para ser avaliada pois o problema pode ter origem neurológica ou vascular.

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Minha amiga tem 18 anos e fez um exame de ultra-som. A médica disse que ela está com mioma, mas no laudo do exame está escrito "feto único sem alteração de órgãos internos." Isso é normal? Não está falando a palavra mioma e ela falou que a médica disse que colocaria dessa forma, pois é como uma gestação, pois o mioma se alimenta da mestruação. Pode ser usado a palavra feto para diagnosticar um mioma? (Josie)

Acho que houve algum equívoco na interpretação da situação, pois, somente é utilizado o termo “feto” quando se refere à gestação.

Kendy Kumagai, Marcelo Hoshino, Edison Yajima e Hélio Sato
são ginecologistas do Hospital Nipo-Brasileiro.

Oi meu tipo sanguíneo é A+. Acabei de ter um bebê prematuro de 6 meses sendo ela do tipo O+. Que tipo de sangue deve ser o meu esposo? (Adriana)

O tipo sanguíneo de seu marido só não pode ser do tipo AB. Todos os outros tipos são possíveis. Para determinar o tipo exato seu marido deverá realizar uma tipagem sanguínea.

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Transei com meu namorado 2 vezes e nas duas não consegui que ele se mexesse dentro de mim. Me dá uma de vontade de fazer xixi. Tenho medo de continuar e fazer xixi! Por favor, me ajudem. O que é isso? (Lele)

Lele, inicialmente passe por uma avaliação ginecológica para saber se não há nenhuma inflamação vaginal ou outra anormalidade. Se estiver tudo bem, não se preocupe com isso. Uma dica: se você quiser evitar a vontade de fazer xixi na hora do sexo, é simplesmente esvaziar a bexiga antes da transa. Agora ao contrário se for inevitável, relaxe e deixe acontecer, pois pode ser que até seja excitante para seu namorado, OK?

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Quanto tempo depois da histerectomia vaginal podemos transar? E depois de 40 dias da cirurgia pode fazer sexo anal? Tenho vergonha de perguntar para minha ginecologista. (Cláudia)

Geralmente após 45 dias a atividade sexual está liberada, desde que a cirurgia não tenha apresentado nenhuma complicação no pós-operatório. Não tenha pudores em apresentar as suas dúvidas a sua ginecologista, pois ela certamente está acostumada a estas perguntas.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Quais as conseqüências que podem ocorrer com a hipertrofia dos pequenos lábios? (Cristina)

Em geral a hipertrofia das ninfas causa apenas desconforto para a portadora, sem outras implicações médicas.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Faz 6 anos que tive verrugas genitais, mas fiz o tratamento com cremes assim que apareceram. Elas podem ainda estar infectada? Faço preventivo três vezes ao ano. Sempre me cuido, mas tenho vergonha de falar para ginecologista. Hoje sou casada e fiz uma cauterização recente de uma mancha que apareceu no colo do útero. Passei uma pomada e em 15 dias e ela tomou conta de todo meu colo do útero. Fiz biópsia e deu que era um infecção crônica, mas a mancha era esbranquiçada tipo uma impinge. Será que eu ainda tenho alguma coisa em relação as verrugas e a mancha do colo do útero? Devo pedir uma segunda opinião médica? Os meus preventivos dos últimos seis anos só constam infecções, mas nada de grave. Teria algum outro tipo de exame que possa fazer para saber se tenho algo grave? (Mary)

Provavelmente o seu quadro não deve ser grave, pois com certeza o seu médico a informaria. Realizando os exames com tanta freqüência (3 vezes por ano) certamente afecções graves seriam detectadas. Recomendo que você converse abertamente com o seu médico sobre os seu problemas e angústias, pois somente assim você poderá ser ajudada. Caso o seu médico não ofereça esta abertura para o diálogo talvez não seja a pessoa ideal para atendê-la, não se esqueça que a relação entre médico e paciente deve ser de confiança mútua e respeito.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Minha irmã tem um bebê de seis meses, amamenta e dá papinha. Após a relação, dois dias depois, ela tem sempre um sangramento. Seu bebê não mama freqüentemente. Isso é normal? (Kelly)

A princípio este fato não deve provocar maiores preocupações, porém recomendo que a sua irmã retorne ao seu ginecologista para a realização de exames de rotina, principalmente o Papanicolau, e receber orientações sobre métodos contraceptivos.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Desde pequena, notei que na região do ânus apareciam uma espécie de vermes bem pequenos e uma imensa queimação no local. Sempre tive curiosidade, porém nunca soube o que era. Por favor, me esclareça tudo sobre isso. Tenho isso há uns 15 anos. (Keila)

Estes vermes que você observou podem ser causadores de intenso prurido anal. Procure o seu médico e relate o seu problema para realizar um exame específico para o seu caso.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Como saber quando a pessoa é estéril? Caso seja estéril, quais os métodos que devemos usar? (Cláudia)

Definimos por casal estéril aquele casal que após um ano de tentativas em conseguir uma gestação não obtém sucesso.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Fiz uma biópsia e constatou-se que estou com cervicite crônica em atividade. A médica passou Albocresil para eu usar em noites alternadas. Estou preocupada e gostaria de saber se tenho que fazer tratamento constante, se tem cura e quais formas de tratamento. (Kaka)

Se o único dado positivo foi essa biópsia não há porque se preocupar. Basta o tratamento prescrito.

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Tenho 35 anos e sou casada há 13. Tenho muita acidez vaginal. Gostaria de saber se esta acidez deixa o pênis do meu marido com fissuras, vermelhidão e muita coceira. Já tive candidíase, mas nós já fizemos tratamento. (Noemi)

Sim , estes sintomas que afetam o seu marido podem ser, em última análise, devido a acidez vaginal. Entretanto, recomendo que o seu esposo passe em uma consulta com o urologista para descartar outras causas. A candidíase é uma afecção que pode ser recorrente, existem muitas mulheres que mensalmente tem crises. Alterações imunológicas e doenças como o Diabetes Mellitus podem predispor a este tipo de quadro.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Vou fazer cauterização e gostaria de saber: quanto tempo terei que ficar sem ter relações sexuais? (Flaisa)

Recomenda-se de 15 a 30 dias de abstinência dependendo do quadro clínico.

Dr. Kendy Kumagai é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Tive câncer aos 13 anos. Foi feito a cirugia adequada e o tratamento de quimioterapia. O câncer foi próximo ao útero e o tratamento de quimio prejudicou minha produção de hormônios. Não menstruo normalmente, somente através da união de dois medicamentos (hormônios sintéticos). Mas há alguns anos somente tomo a resposição hormonal, não mestruo. Qual a possibilidade de tratamento pra engravidar. Hoje tenho 29 anos e muita vontade de ser mãe. (Cristiane)

Os dados que você forneceu são insuficientes para uma resposta adequada. De qualquer forma para que você possa engravidar é necessário que se saiba a integridade de útero, trompas e ovários, além do tipo de câncer que você teve no intuito de se prever possíveis interações com uma gravidez. A especialidade de Esterilidade evoluiu muito nos últimos tempos e deve haver alguma alternativa para seu caso, certo Cristiane?

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Há 3 anos, retirei uma trompa porque tinha um cisto atrás do útero. Ele estava grudado em uma das trompas. Não usava nenhum método contaceptivo. Na biopsia, foi detectado que eu havia nascido com o cisto. Já tento engravidar há um ano. Até hoje não consegui engravidar. O que faço? O que o Dr. me aconselha? (Sheila)

Sheila, consulte um ginecologista para uma avaliação geral. Caso necessário ele a encaminhará à um esterileuta

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Tenho duas dúvidas, duas questões que me incomodam muito e me causam muita angústia. A primeira é uma ardência muito desagradável que sinto após a relação caso meu parceiro ejacule dentro de mim. Isso ocorre desde o início da minha vida sexual (com todos os parceiros) e nunca encontrei explicações. Posso ser alérgica a esperma? O que pode justificar isso? É verdade que em geral sinto isso quando não estou muito lubrificada durante toda a relação, mas sei que uma lubrificação não abudante não justifica ficar aproximadamente uma hora com ardência, tendo que ficar no bidê ou no chuveiro para aliviar. A segunda pergunta é: há 3 anos e meio tenho um escape significativo na segunda metade do ciclo. Ele permanece até a menstruação chegar. Isso prejudica demais minha vida sexual e minha auto-estima. Qual hipótese diagnóstica o senhor levantaria? Já fiz ultra-som e não tenho nada. Fiz até ressonância para verificar a hipófise e está tudo ok. Os hormônios estão com alterações leves, mas estou tomando progesterona e mesmo assim o sangramento continua. Ah, já investiguei se tenho infecções e não deu nada. O que posso fazer? Agradeço qualquer ajuda! Um grande abraço.

O ardor vaginal após as relações pode ocorrer por vários fatores, desde infecções vaginais e alergias até falta de lubrificação associada a falta de estímulos preliminares a penetração. Quanto ao escape, na ausência de melhora com progesterona na segunda fase do ciclo, deve-se insistir no diagnóstico infeccioso como cervicite por Clamydia, por exemplo. (Você já pesquisou???). Ah! O uso prolongado de progesterona também pode ser causa desses escapes.

Dr. Rodrigo Borsari é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Quais são as chances de engravidar com ferida no útero? É mais fácil ou mais difícil engravidar? Tive relação sem camisinha e uma hora após tomei a pilula do dia seguinte (Pilem). Será que tem possibilidades de eu engravidar?

A possibilidade de engravidar com ferida no colo do útero não é diferente da população em geral. No entanto, o risco de doenças sexualmente transmissíveis é maior nesses casos. A pílula do dia seguinte quanto tomada até 12 horas após a relação desprotegida evita a gravidez em 95% dos casos.

Dr. Rodrigo Borsari é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Minha menstruação não é regulada e estou amamentando há 8 meses. Não uso nada com medo de prejudicar a amamentação. Há risco de gravidez?

Se você já voltou a menstruar e não está em amamentação exclusiva, há risco de gravidez sim. Existem pílulas e anticoncepcionais injetáveis próprios para o período da amamentação. Informe-se com seu ginecologista.

Dr. Rodrigo Borsari é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

Na primeira relação sexual, minha namorada apresentou um formigamento muito grande nas mãos, mas nada que atrapalhasse. Porém, na segunda relação, ocorreu uma retração das mãos deixando-as em posição parecidas com as mãos de pacientes com DVE (AVC) e uma pequena perda da conciência acompanhada de uma fala dificultada. Depois de um tempo, voltou ao normal, mas gostaríamos de saber o que pode ser. Até então, não tivemos mais relação para saber se o quadro se repete.

Pode até ser uma reação orgástica fora dos padrões normais, mas aconselho que sua namorada seja avaliada por um neurologista, devido às características descritas por você.

Dr. Eddy Nishimura é ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz.

Três anos atrás coloquei Implanon implante anticoncepcional de três anos. Não me dei bem, engordei dez quilos em dois meses, a TPM continuava e tirei às pressas. Durante três anos não fui mais à ginecologista até que tive sangramento fora do período menstrual, toda vez que evacuava com força. No exame de ultrassom intravaginal deu diagnóstico de pólipo intrauterino de mais ou menos 1,5 cm. A médica prefere repetir exame no quinto dia após menstruação. O implante que usei por dois meses pode ter provocado o pólipo? Existe algum tratamento não cirúrgico?

Não, o pólipo não é causado pelo implanon. No caso de pólipos endometriais o melhor exame para confirmação é a histeroscopia diagnóstica. Geralmente tratamentos clínicos não apresentam boa resposta sendo necessário o tratamento cirúrgico, preferencialmente por histeroscopia em ambiente hospitalar sob anestesia.

Dr. Rodrigo Borsari é ginecologista do Hospital Nipo-Brasileiro.

 


• Medicamento Proibido
Orgasmo Feminino
Últimas
Dúvidas sobre sexo
ABC do sexo
Mitos e inverdades
As 10 perguntas
sobre a 1ª vez

Sexologia Forense
Terapia Sexual
Violência Sexual
 
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados
 
-