Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
Especial NippoJovem



Ayumi
Hamasaki
inspira o novo visual das garotas japonesas

Elas querem ser atraentes
assim como a cantora do arquipélago

 

(Texto: Redação NJ | Fotos: Divulgação)

O Japão está testemunhando o nascimento de uma nova tribo de jovens japonesas chamada agejo, identificáveis pela pele clara, olhos grandes e penteados escandalosos. Elas estão, agora, presentes nas ruas, seguindo os passos das populares kogyaru de antigamente – “ko”, estudante de colegial, e “gyaru” do inglês “gal” – que se destacavam pelos rostos intensamente bronzeados.

Biografia
Ayumi começou cedo no mundo das celebridades. Na infância, ela trabalhava como modelo e, na adolescência, revelou-se como atriz. Aos 17 anos, a estrela decidiu investir na carreira de cantora e passou a compor músicas.

Investir na carreira de cantora, no entanto, exigiu um pouco mais de empenho de Ayumi. Seu primeiro single, Nothing from nothing, foi lançado em 1995, mas não obteve sucesso. Diante do fracasso, Ayumi decidiu viajar para Nova York, com o intuito de aprimorar suas habilidades vocais.

A viagem deu certo e o resultado pôde ser apreciado em 1998, com o single Poker Face, que alavancou a carreira da cantora. O primeiro álbum de Ayumi, A Song for XX, atingiu 1 milhão de cópias vendidas.

Vale lembrar que o sucesso de Ayumi foi tão grande que, por três anos consecutivos – 2001, 2002 e 2003 –, ela foi premiada com o Japan Record Taishou, um dos principais prêmios da música japonesa.

Apesar da recessão no mercado editorial, uma revista mensal com conselhos para hostess de bares sobre penteados, maquiagem e moda tem vendido bem desde sua criação há três anos. Vendas de “Koakuma” (diabinha) “Ageha” (borboleta papilonídea), publicada pela Inforest Co. em Tóquio, estão, agora, na casa dos 300 mil exemplares por mês e metade de suas leitoras são mulheres comuns.

As modelos que aparecem nas revistas são denominadas agejo – palavra derivada do nome da revista mais “jo” (mulher jovem) – e muitas delas trabalham em casas noturnas. Tais funcionárias também são conhecidas no Japão como “borboletas da noite.”

Visual

O ideal do agejo é pele branca com olhos que aparentam ser maiores do que são por meio do uso de lápis de olho, sombra, rímel e cílios postiços. O acabamento do visual são os exuberantes cachos. Acredita-se que o estilo tenha sido influenciado pela famosa cantora Ayumi Hamasaki, mas seu desenvolvimento tem ocorrido de forma única desde então.

A loja Lip Service, no shopping de moda 109, distrito de Shibuya, em Tóquio, é uma loja popular entre as agejo. Na vitrine, encontram-se roupas reveladoras, com mangas de ombros à mostra e decotadas nas costas. O estilista Tetsuya Hineno, um observador de moda nas ruas, comentou: “Agejo são como produtos produzidos por computação gráfica. Existe uma ambiguidade entre as profissionais e as amadoras. Elas se desenvolvem ao incorporarem o espírito da época. Como as garotas yamamba [anciã da montanha], visual muito popular nos anos 1990, as agejo são a forma mais moderna das garotas.”

Na revista, as agejo conversam abertamente sobre seus empregos e relacionamentos, o que parece repercutir bem entre as leitoras. Muitas mulheres vivem fora de Tóquio, como nas províncias de Hokkaido e Hiroshima, e introduzem a moda em seus respectivos dialetos.

Uma estudante de 19 anos de Tokorozawa, província de Saitama, que gosta de ler a revista Koakuma Ageha, explicou que, diferentemente de apresentadoras e de modelos profissionais, sente-se próxima das agejo. Ela trabalha meio período em uma casa noturna para pagar sua matrícula e outras despesas da escola.

Atendente de bar noturno é um dos empregos mais requisitados entre as jovens. Algumas atendentes populares aparecem em desenhos de animação e novelas de televisão e seguir essa profissão é identificado como uma forma de ganhar bastante dinheiro.

 



Musa inspiradora

A garota que, na adolescência, era considerada delinquente por usar saias curtas e cabelos tingidos – costumes não convencionais para a época – hoje, dita a moda do arquipélago. A menina em questão é nada mais, nada menos, que Ayumi Hamasaki, uma das maiores estrelas da música do Japão.

Chamada de “rainha da j-pop” e apelidada carinhosamente por seus fãs de “Ayu-chan”, a cantora é a grande inspiradora do estilo agejo, que tem feito a cabeça das japonesas na atualidade.


Arquivo

De bicicleta pelo Japão

Ayumi Hamasaki inspira o novo visual das garotas japonesas

Dragon Ball Evolution

Cosplay, uma arte a parte

Baladas Japas

Vida de DJ

Jovens Japoneses

Gothic Lolita

Beisebol - Jogos da Amizade entre Brasil e Japão

Confraternização nikkei no esporte

J-music conquista jovens no Brasil

Daniel Uemura faz sucesso em novela teen

Jovem apresentador nikkei é destaque
Cultura pop japonesa
Trabalho voluntário
Ecologia: é preciso agir já
Tunning: trabalho artístico e hobby
Em busca do sucesso
Japonês básico
Animês e mangás
Street Dance
Ultra Seven – 40 anos
Mina e Lisa - Novela na internet
Dança do Ventre
The Checkers
Kung Fu
Mensageiros da Paz
Shodô
Soroban, calculadora japonesa
Oshibana
Ikebana
O Japão sob novos olhares
Harajuku
Taikô
Matsuri Dance
Sobrenomes japoneses
Cerimônia do chá
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados