Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
Especial NippoJovem

Jovem apresentador nikkei é destaque no SBT
Yudi Tamashiro comanda diversos
programas na emissora de Silvio Santos
Yudi está no mundo artístico desde os 9 anos

(Texto: Vanessa Maeji/NJ | Fotos: Taís Domingues/Divulgação e TZ/Divulgação )

O nikkei é fã de vídeos de
skate e hip hop

Lidar com grandes responsabilidades com pouca idade não é a tarefa mais simples que existe. Quando o seu trabalho é avaliado por milhares de pessoas, o peso sobre as atitudes fica ainda maior. Yudi Tamashiro, 15 anos, é exemplo de que uma rotina estressante pode ser muito recompensadora. Apresentador de diversos programas no SBT, como "Bom Dia & Cia" e "Carrossel Animado", o garoto encara com naturalidade as tarefas que precisa fazer. "Nós brincamos muito no programa, fica até fácil. O relacionamento com a produção e câmeras me auxiliam nas manhãs em que estou mais sonolento. Me falam 'acorda, Yudi!' algumas vezes", conta.

O talento do menino é tanto que até um jornalista da comunidade nipo-brasileira citou que ele seria um forte candidato a assumir o lugar de Silvio Santos no futuro. Afinal, Yudi está diariamente no SBT e já teve mais audiência que a Globo.

Para o jovem artista, o sucesso do programa deve-se à simpatia que as crianças têm com ele. "Criança não gosta de ouvir adulto. Ela gosta de adolescente falando e eu sou um". O contato com o público infantil começou quando ajudava sua mãe, que tem uma escola infantil, com os alunos. "Ajudava, mas bagunçava mais", confessa. Além disso, acredita que a humildade seja essencial para se obter êxito. "Falo com todo mundo da emissora e falo muito". Mas não foi sempre assim. No início, ele precisou vencer a barreira da timidez. "Antes, as pessoas conversavam comigo e eu ficava quieto. Hoje falo tanto que dizem até que sou sem-vergonha", brinca.

Fora das telinhas, por atingir um público jovem em formação, o nikkei entrou para o Artistas em Ação, projeto com participação do ator Leonardo DiCaprio, que atua para conscientizar sobre os problemas ambientais e no qual Yudi leva palestras para as crianças, inclusive em comunidades carentes. Devido a suas atuações em favor do meio ambiente, foi considerado também padrinho da Amazônia, no livro de Gustavo Siqueira. Esta relação com o meio ambiente mudou após assistir o documentário "Uma Verdade Inconveniente", do ex-vice presidente dos Estados Unidos Al Gore. Antes disso, ele conta que costumava jogar embalagens vazias de refrigerante no chão, sem se importar.

Apesar de todo o aprendizado que teve ao longo de suas experiências profissionais, o rapaz não sofreu do mal que acomete aqueles que amadurecem rápido demais. Mesmo ao afimar ter aprendido a improvisar e a ter responsabilidade, Yudi é um garoto que curte sair com os amigos, andar de skate e se divertir como um jovem comum. A diferença é que mescla a sua rotina normal com os eventos, acompanhado de amigos, as gravações, apresentações e palestras de conscientização. Entre suas próximas realizações estão um show, em produção, que será uma mistura de rap e rock, e o lançamento da marca Yudi, voltada para o público jovem, que já vende camisetas. "É um pouco mais difícil, não tenho muito tempo, mas as coisas ficaram mais fáceis. Nos eventos, por exemplo, as pessoas nem ligavam para mim. Agora é diferente", desabafa.

Para quem está iniciando na carreira, Yudi Tamashiro aconselha a não desistir, pois não foi fácil para ele. "Já passei madrugadas ensaiando", relata.

Conheça mais sobre a vida de Yudi Tamashiro

Início da carreira

O apresentador enfrentou inúmeras dificuldades no início, a começar por morar em Santos, que não ofereceria muitas oportunidades para crescer. Apesar da insistência daqueles que diziam para esquecer esta história de aparecer no circuito artístico, ele não quis abrir mão de seus sonhos. "Eu quero ser artista!", dizia o garoto para aqueles descrentes com o seu sucesso. Após a experiência como dançarino de axé e da mudança para São Paulo, as chances começaram a aparecer. Segundo ele, o apoio dos pais, dos avós e da irmã foi fator fundamental para que alcançasse seus objetivos.

O primeiro trabalho na televisão ocorreu no concurso de jovens talentos, do programa Raul Gil, com seu grupo de rock. Ficou no quadro por quase dois anos. Após isso, foi para o "Código Fama", do SBT e foi após esta participação que surgiu o convite para apresentar o "Bom Dia & Cia", no qual está há quase três anos.

Quando criança, Yudi morou no Japão

Relação com o Japão

Yudi é filho de dekasseguis. Quando criança, morou no Japão, para onde voltou no começo do ano, na viagem em que pôde conhecer mais sobre os seus antepassados.

Na cultura japonesa ele destaca a educação nipônica, o respeito pelo outro que sempre exigiram dele, além da culinária oriental. "Como tudo e como demais. Fiquei quatro semanas no Japão e gastei quase todo meu dinheiro com comida", finaliza o talentoso Yudi Tamashiro, que pretende retornar o mais breve à terra do sol nascente para levar seus shows à comunidade nipo-brasileira.

Arquivo

De bicicleta pelo Japão

Ayumi Hamasaki inspira o novo visual das garotas japonesas

Dragon Ball Evolution

Cosplay, uma arte a parte

Baladas Japas

Vida de DJ

Jovens Japoneses

Gothic Lolita

Beisebol - Jogos da Amizade entre Brasil e Japão

Confraternização nikkei no esporte

J-music conquista jovens no Brasil

Daniel Uemura faz sucesso em novela teen

Jovem apresentador nikkei é destaque
Cultura pop japonesa
Trabalho voluntário
Ecologia: é preciso agir já
Tunning: trabalho artístico e hobby
Em busca do sucesso
Japonês básico
Animês e mangás
Street Dance
Ultra Seven – 40 anos
Mina e Lisa - Novela na internet
Dança do Ventre
The Checkers
Kung Fu
Mensageiros da Paz
Shodô
Soroban, calculadora japonesa
Oshibana
Ikebana
O Japão sob novos olhares
Harajuku
Taikô
Matsuri Dance
Sobrenomes japoneses
Cerimônia do chá
  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados