PORTAL NIPPO-BRASIL
 
Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 

Olá! Estou com um problema com meu filhinho de 7 anos. Não sei se preciso procurar ajuda de um psicólogo ou é só uma fase. Também não vi perguntas sobre crianças aqui no site, mas mesmo assim acho que posso tentar. O que acontece é que ele está com medo de ir para a escola. Ele inventa mil desculpas. "Mãe, hoje eu estou com uma dor de cabeça!!" ou "estou com dor de barriga. Tô passando muito mal". Estou preocupada porque ele está chegando a ferir o próprio corpo para sair um pouco de sangue e eu falar para ele ficar em casa. Ele me diz que não quer ir por causa dos amiguinhos que o provocam. Quando eu era criança, também tive uma fase como essa. Mas o pior é que isso continua até hoje. Quando tenho alguma dificuldade no trabalho, tenho vontade de arrumar alguma desculpa e faltar! Puro medo de enfrentar a situação! Tenho medo que isso continue com meu filho e ele tenha dificuldades na vida profissional e afetiva também. Por favor, me ajudem!

Sua pergunta é bem-vinda. Nós, as psicólogas, que respondemos as perguntas do Cá entre nós, acreditamos que, apesar da seção ter sido criado para que os jovens pudessem ter a chance de esclarecer suas dúvidas, estamos à disposição de todos, pois problemas emocionais acontecem em qualquer idade.

Quanto a seu filho, seria interessante, antes de procurar ajuda especializada, que alguns passos fossem dados por você. Primeiramente, aproveite um momento bem agradável com seu filho (um lanche que estejam tomando juntos, de preferência só vocês dois) e pergunte a ele o que acha da escola. Ele está no inicio de seu processo escolar, mas já deve ter o que dizer. Ouça, não conteste. Faça perguntas sobre como são as aulas, sobre os colegas, a professora, a diretora e inclusive a pessoa que toma conta do recreio. Pergunte o que ele acha legal e o que não gosta na escola.

Talvez você se surpreenda com pequenas coisas que podem incomodar muito uma criança. Você não nos disse se esse é o primeiro ano dele nessa escola. Se for, peça que ele compare com a escola anterior. Se ele estuda há muito tempo na mesma escola, pergunte sobre o que mudou. Às vezes, alguns apelidos que os colegas colocam na criança, mesmo que carinhosos, podem incomodar. A imagem dele de chorão, por exemplo, pode ser usada de forma que o incomode. Até o espaço físico da própria escola pode ser problema.

Um exemplo é de uma criança que não queria ir à escola, pois o lanche era servido em pratos e copos de plástico e ela tinha nojo de usá-los, mas também tinha fome! Bastou solucionar esse pequeno empecilho e ir à escola voltou a ser bom.

O segundo passo é ir à escola e conversar sobre o comportamento dele lá tanto nas aulas como no recreio, o que pensam dele. Isso é muito importante. Outro ponto é observar se houve algum evento que coincida com o problema, talvez o nascimento de um irmão, a perda de um familiar, mudanças no convívio diário, enfim, qualquer coisa.

A partir desses dados veja se você junto com a escola consegue resolver. Caso não fique claro o que leva ao problema ou se é algo que vocês não conseguem resolver, procure um psicólogo(a) para ajudar tanto no diagnóstico como na solução do problema. O fato de você também ter tido dificuldades para enfrentar a escola pode ajudá-la a desenvolver empatia com ele e quem sabe compartilhando isso com seu filho você não o ajude a contar o que está difícil para ele. Esperamos que isso a auxilie. Se precisar, escreva novamente. Cá entre nós, se trabalharmos os pequeninos, teremos muito menos problemas na adolescência.


Não sinto mais vontade de estudar porque minha escola é uma droga. Penso em parar de estudar. O que faço?

Eu sou o isolado da sala. Sinto medo até de adicionar uma pessoa no Orkut. O que eu faço?

Num dia a gente brinca, no outro ele finge que eu não existo. O que eu faço?

Sou muito tímida na sala de aula e isso me incomoda. O que faço?

Já estou no terceiro colegial e não sei que faculdade fazer.

Às vezes, sinto muito ódio dos meus colegas de classe. Não queria que as coisas fossem assim. Gostaria de saber como amenizar esse tipo de sentimento.


• Estou há dois anos tentando vestibular e não consigo passar. Desde os 12 e 13 anos, não gosto do meu corpo e me acho gorda. Acho que para ambas as coisas só faltam força de vontade. Não tenho essa força de vontade e esses dois problemas me paralisam. Não sei mais o que fazer.

• Estou com um problema com meu filhinho de 7 anos. O que acontece é que ele está com medo de ir para a escola. Ele inventa mil desculpas.

• Não consigo decidir que faculdade fazer, só sei que quero fazer alguma coisa. Estou no 3ª ano do ensino médio e preciso decidir o que quero. Estou começando a me sentir inválida.

  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados