PORTAL NIPPO-BRASIL
 
Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
"No mundo de hoje nós precisamos sempre estar aperfeiçoando, sempre estar acima."

Nome: Roberto Shinyashiki
É psiquiatra e autor de diversos best-sellers.

Curiosidades

Mania: Escrever
Coleção: Guitarras
Adora: Ficar com meus filhos
Odeia: Gente invejosa
Superstição: Não gosto de falar...
Livro de cabeceira: Bíblia
Comida: Sushi
Lugar: Minha casa
Medo: De altura
Atriz: Fernanda Montenegro
Ator: Al Pacino
Defeito: Impaciência
Qualidade: Determinação

Nippo-Jovem: Quando e como optou por ser psiquiatra?
Roberto Shinyashiki: Minha formação é em psiquiatria, e desta forma, o que mais sei fazer é entender de gente. Sou apaixonado pelo meu trabalho e poderia dizer que tal paixão também me inspira a estar sempre inovando e aprendendo. Acredito que a repetição do sucesso acontece naturalmente, com muita inspiração, um árduo trabalho, dedicação e comprometimento com a vida.

Nippo-Jovem: E por escrever livros de auto-ajuda? A decisão teve influência por causa dos casos que atendeu?
Roberto Shinyashiki: Meus livros são mais abrangentes. Falam de relacionamento, qualidade de vida, carreira, gestão de pessoas, negócios, por exemplo. Sempre entendi que se estudasse mais, para escrever de uma maneira melhor, não ficaria na prateleira de "auto-ajuda" e sim na do best-seller. Estudei e fiquei mesmo entre os best-sellers. Gosto muito ainda de ter contribuído para as conversas dos casamentos, das famílias, dos executivos, dos empresários.

Nippo-Jovem: Quais são as principais dificuldades que as pessoas encontram nos dias de hoje? E no passado? As angústias eram as mesmas? Se não, quais eram?
Roberto Shinyashiki: Cada vez mais, vemos profissionais com MBAs em grandes escolas, desempregados e sem perspectivas. Assistimos a decadência de outros que, seguindo a cartilha da modernidade, foram engolidos pelo furacão da globalização. Em escala crescente, presenciamos os CEOs de grandes empresas caírem do topo de suas organizações. Tem algo além dos feitos escritos nos currículos que levam grandes carreiras ao sucesso. Algo que não está escrito em nenhum manual mas, que o campeão tem dentro de si, e aquece a sua alma. Um trabalho que deve ser construído fora do olhar da multidão, dos aplausos efêmeros e da glória. Realizado no silêncio e na escuridão para podermos brilhar na vida. A maioria das pessoas de sucesso cultivam hábitos que lhes criam um extra diário, que no final da corrida vai representar a diferença.

Nippo-Jovem: O quanto você acha que as relações entre brasileiros e japoneses evoluiu ao longo desses cem anos?
Roberto Shinyashiki: Evoluiu muito, porque uma cultura passou a conhecer e se integrar a outra. Tanto que existem muitos japoneses no Brasil e estamos comemorando uma data tão especial, como o centenário dessa imigração.

Nippo-Jovem: Qual seria a dica que você daria para os jovens de hoje alcançarem o sucesso?
Roberto Shinyashiki: Todos nós precisamos ser sensacionais. O grande objetivo do meu trabalho hoje em dia é que você não tenha mais um restaurante, mais uma casa, mais um hospital, mais uma escola, e sim que a gente tenha a escola, o hospital, o restaurante, o hotel, o escritório de contabilidade. Que a gente não seja simplesmente mais um advogado, mais um médico. Até um tempo atrás se a gente tirasse nota sete a gente resolvia nosso problema. No mundo de hoje nós precisamos sempre estar aperfeiçoando, sempre estar acima. Se eu faço o que sempre fiz, não chego a lugar nenhum. É preciso inovar sempre e cada um precisa apostar em si.

  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados
 
-