PORTAL NIPPO-BRASIL
 
Dúvidas de Sexo

 
 
Parceiros NJ
 
Chieko Aoki - Empresária
"O negócio é dar duro
mesmo, trabalhar o quanto for necessário
."

Nome: Chieko Nishimura Aoki
Signo: Virgem
Profissão: Empresária
Onde nasceu: Japão
Onde mora: São Paulo

Curiosidades

Hobby: Gosto muito de ler, ver filmes, cozinhar e fazer limpeza. Adoro ficar em casa limpando as gavetas enquanto assisto filmes e preparo pratos rápidos e saborosos na cozinha
Adora: Ver filmes
Odeia: Mentira, deslealdade, falsidade, golpes e falta de ética
Filme inesquecível: Os 47 Samurais, de Akira Kurosawa
Livro de cabeceira: Bíblia
Comida: Japonesa
Lugar: Minha casa
Medo: Por enquanto, nenhum
Atriz: Aldrey Hepburn
Ator: Ken Watanabe
Defeito: Perfeccionismo
Qualidade: Possuo forte sentimento de justiça e dedicação a tudo que proponho a fazer

 

Nippo-Jovem: Como foi a época em que fez faculdade de Administração e Direito? Por que decidiu fazer pós-graduação em hotelaria? Quais são as principais lembranças dos Estados Unidos?
Chieko Aoki:
Na época, tinham poucos descendentes de japoneses na faculdade de direito, porque a maioria tinha preferência por áreas técnicas e engenharia, do que humanas. Estudava e trabalhava, por isso tinha poucas horas para dormir, mas foi um período de muita alegria e amigos. Depois disso, fiz cursos de administração e cultura em uma universidade no Japão, porque gosto desses temas e sempre tive prazer em aprender o que não conhecia. Já estudei e morei nos estados Unidos. E, nesse período, além de estudar, trabalhava e de vez enquando freqüentava restaurantes. Acho que sou uma dessas raras pessoas que, mesmo morando em Nova York, foi ao teatro apenas uma vez. Mas faço isso porque gosto de curtir o tempo em casa.

Nippo-Jovem: Com tantas conquistas profissionais, qual foi a mais marcante?
Chieko Aoki:
O fato mais marcante, certamente, é a formação da Blue Tree Hotels, com muitos desafios ainda pela frente. Por sorte, sou positiva e não senti incertezas ou estresse. Sabia que, tendo começado, tinha que fazer e só fazer. Foi um período maravilhoso poder ver a expansão e a chegada de mais e mais colaboradores para a construção do meu sonho de fazer da Blue Tree a empresa hoteleira reconhecida pela excelência.

Nippo-Jovem: Quais foram as principais dificuldades encontradas para conquistar esse mercado?
Chieko Aoki:
A primeira dificuldade foi a estruturação da empresa dentro do conceito que acreditava ser fundamental para diferenciar a Blue Tree no mercado. Tive que integrar toda a equipe em não apenas uma meta, mas também na forma de fazer, nos valores, crenças e cultura. Isso foi formado ao longo dos anos, e continuo reforçando e consolidando para atingir a nossa missão. Essencialmente, a nossa crença resume-se a uma frase da Madre Thereza de Calcutá "Não deixe jamais, que alguém que achegou-se de ti, vá embora sem se sentir melhor ou mais feliz". Esse é o nosso objetivo, nossa hospitalidade e nossa diferenciação no mercado.

Nippo-Jovem: Nesses 100 anos da imigração japonesa, qual a importância da cultura oriental em sua vida?
Chieko Aoki:
Acredito que muitas qualidades da cultura oriental podem influenciar positivamente o mundo dos negócios. Entre essas qualidades, posso citar: disciplina, credibilidade, seriedade, responsabilidade, qualidade, organização, método, dedicação, compromisso, etc. Outro aspecto valioso é o tempo que os japoneses levam para amadurecer uma idéia. Os brasileiros, nós, somos mais impetuosos, queremos tudo para ontem e as vezes acabamos fazendo sem a qualidade, perfeição e certeza necessária. Aplico na empresa conceitos em atendimento e em administração baseados na cultura japonesa, o que tem ajudado a fortalecer o padrão de excelência da Blue Tree Hotels. O que também acho interessante é que a equipe do hotel adora saber sobre a cultura japonesa. Eles gostam e adotam esse toque oriental no seu dia-a-dia.

Nippo-Jovem: Para ter sucesso na carreira, quais são as suas dicas aos jovens internautas do Nippo-Jovem?
Chieko Aoki:
O negócio é dar duro mesmo, trabalhar o quanto for necessário. Enfim, acreditar e investir tempo, dinheiro, conhecimento, experiência e relacionamento para atingir os objetivos. Não é fácil, especialmente no início, é como fazer exercício físico. O difícil está nos primeiros meses, porque depois a pessoa se acostuma, até atingir um alto nível de prazer e alegria, que é quando se tem retorno concreto do investimento no exercício. Assim acontece na vida profissional e, diria também, até na vida pessoal. Sem planejamento, metas e determinação não se cria e não se chega a lugar nenhum, no máximo, fica-se dando volta na mesma rua, sem novidades.

  © Copyright 2001 - 2013 Portal NippoBrasil - Todos os direitos reservados
 
-